• Marina Alagia

Já encontrou um casaquinho para chamar de seu?

Quem nunca acreditou naquele sol lindo da manhã, que ao longo do dia repentinamente desapareceu, dando lugar a um vento frio e inesperado? Coisas que só quem vive em um país tropical como o nosso entende né!?! Ou ainda, o dia está super quente e o ar-condicionado do escritório ou do cinema está ajustado a uma temperatura capaz de transformar o lugar em um enorme congelador?


E não há consulta a previsão do tempo que nos livre de sermos pegas de surpresa, né? Haja guarda-roupa e imunidade!


Para evitar passar por esse tipo de situação, minha sugestão é se preparar para essas mudanças. E nada melhor do que ter sempre à mão um casaquinho.


E para isso, eu vou te dar dicas de como encontrar sua peça ideal, que será sua companheira de toda hora e te aquecerá durante as viradas de tempo repentinas.


E se tem uma dica que é infalível é pensar na praticidade. Para ser seu casaquinho curinga, pense em uma peça que seja fácil de carregar, para não virar um tormento durante seus dias (como carregar uma sombrinha grande). Para isso escolha um casaco leve e que não amarrote demais, como o linho, que é lindo, mas neste caso, pouco prático.


Casaco Lena


A versatilidade do seu casaco dependerá também da cor escolhida. O preto, o branco e as cores neutras são sempre opções certeiras, mas se você já é mais básica no dia-a-dia, pode optar por um casaco com uma cor diferente, que além de te aquecer, deixará seu look mais interessante, afinal, a terceira peça serve também pra isso!


Outra dica é avaliar a sua rotina e pensar qual a melhor estratégia para que seu casaquinho esteja sempre à mão quando necessário. Pode ser o deixar no trabalho, no carro ou até mesmo dentro da bolsa. O importante é que na hora que o ventinho gelado chegar, ele esteja ao seu alcance. Eba!



Casaquinho Cristiana


Ainda com dificuldades em escolher seu “casaquinho ideal”?


Estou aqui! Vem comigo!


Se você tem os quadris largos e não quer ressaltá-los, evite casacos que terminem justamente na linha do quadril, na parte mais larga ou que tenham muitos detalhes nesta região. O ideal é optar por casacos que terminem um pouco abaixo da linha do quadril. Já se o quadril for muito estreito, aposte na estratégia contrária.


Para quem tem quadril ou busto muito grande, evite volumes, abotoamentos e detalhes na parte que deseja disfarçar. E essa dica vale para tudo, viu!?


Casacos de comprimento abaixo da linha do joelho fazem a pessoa parecer menor. Evite se não for essa a sua intenção.


E fique sempre de olho no comprimento da manga. Eu sei que tem gente que gosta da manga mais comprida, para esquentar a mão (quem nunca?), mas isso deixa seu look menos elegante e passa a impressão que o casaco não foi feito pra você.


E não é porque estamos falando de um casaquinho curinga que seu look precisa ficar sem graça vai... As fashionistas de plantão podem optar por uma modelagem e detalhes mais modernos e se ele for muito liso, até colocar um cinto por cima. Já experimentou fazer isso? Se o cinto for estiloso, o efeito fica ainda mais incrível.



Casaco Gabriela


E se estamos falando de uma peça para ser seu curinga no dia-a-dia, atenção a qualidade é fundamental não é mesmo? Não adianta comprar uma peça que atenda a todos esses requisitos e na segunda lavagem ela estar com cara de surrada. Você ficará na mão mais uma vez.


Agora me conta, qual o seu “casaquinho ideal”?

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FIQUE CONECTADO

  • Facebook Clean
  • White Instagram Icon

FAÇA PARTE

PRECISA DE AJUDA?

 

(31) 98829-2907

 

© 2018 por nina cho. Todos os direitos reservados.

Marina Alagia Santos - rua Canadá. 41 . Sion. BH | MG . Brasil . CEP:30310-720. CNPJ: 19.929.308.0001-44